quinta-feira, 28 de novembro de 2013

os perfumes da manhã afastam o frio da noite, em raios de brilho que aquecem, o respirar da alma...que busca pedaços, em cada regaço do dia em silêncios, vestidos de vida...

Sem comentários:

Enviar um comentário