quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Na minha escrita há muito de sonho, silêncio, margens e abraços porque em todas estas palavras há uma imensidão onde eu ainda não consegui tocar nem esvaziar...
O mundo gira e roda com o vento e o sol dos dias...tudo envolve...tudo transforma...nas formas com que cada um observa e recebe na esfera (con)sentida de ser vida!

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O ser humano tem sempre uma palavra pronta quando se trata de critica...para o elogio calam...devíamos elogiar mais o que nos rodeiam e haveria menos criticas a cada dia dentro de todos nós!

domingo, 27 de setembro de 2015

Abraçar as palavras na emoção da realidade é o sonho da pureza em que se vive as palavras abertas na sinceridade daquilo que amamos...viver a palavra e não da palavra a realização mais completa de todo o autor!

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Amo o amor... sem escolha amo porque amar é a natureza que me faz ser humana...não viveria sem amor dentro do peito... mesmo quando a dor grita é por amor...

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Viver é passar as estações em constante renovação..deixar cair as folhas...procurar sementes...acariciar o vento frio com os sentidos a sentires a busca da renovação...

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Atrevi-me a pensar que calava o pensamento para não mais ter o ruído de tudo a envolver-me com ventos desnorteados...pura ilusão...quanto mais penso em não penar mais o pensamento corre em cruzadas dentro do meu âmago acesso para o mundo que me rodeia...

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Falar ou escrever é a imensa forma de comunicar...agir é a imensa força de tornar as palavras em construções que perduram...

domingo, 20 de setembro de 2015

Escrevi o sol do teu sorriso na vida que vislumbro quando entre silêncios a palavra se ouve dentro do peito!

sábado, 19 de setembro de 2015

Gosto de sonhar, mas sou muito realista em todos os caminhos que piso e sei que o sonho alimenta a realidade, onde tudo se concretiza com empenho dedicação e trabalho, na emoção concreta e verdadeira do coração que vive livre, nos dois pontos..sonho e realidade!

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Quando a alma pede para falar no silêncio de tudo nasce a poesia num parto rápido que elimina a dor...quando a alma fala em poesia há um consolo para quem escreve se quem lê encontrar esse pedaço de alma nas palavras...
Amo...e é tão pouco todo o amor que consigo dar ao mundo...
No dia que comecei a caminhar contigo muito mudou...tanto se passou...sempre lado a lado...hoje sou feliz por tão pouco...com a clara certeza de que amar é a descoberta que juntos fizemos e vamos fazendo a cada dia...a cada lágrima...em tantos risos!

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Nem sempre se ganha, no entanto, o perder é um ganho maior ainda, se o soubermos receber, ver e entender na direcção a que esta nos nos leva!

terça-feira, 15 de setembro de 2015

No ruído há um silêncio onde a noite se aconchega para desfiar cristais lunares que irão cintilar no despertar...
Ao acordar não te esqueças de despertar com a vida e observar tudo o que ela oferta em pequenos nadas dos dias!

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Olhar de frente o caminho que faz avançar...entre pedras...buracos e flores do Outono próximo avanço para o amanhã incerto de todas as certezas!

domingo, 13 de setembro de 2015

Ando sempre com o sonho...quando ele parte; eu fico e volto ao lugar da nascente para retomar novos sonhos sempre na lúcida certeza de que caminhar no sonho é viver a liberdade de Ser...

sábado, 12 de setembro de 2015

Tudo tem um principio e um fim...começa o fim de um novo principio onde o olhar não pode vacilar...

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Viajo pelo tempo num vento do agora que me embala as emoções onde cabem tantos pedaços...alguns em estilhaços que cortaram...marcaram...não ficaram...partiram para longe deixando apenas o que aprendi...

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Quem me olha só de por olhar não vê o que sou nem as capacidades que tenho dentro do peito e no caminhar...para me verem terão que entrar mais profundamente de frente ao olhar que não se perde nem mente...

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Na penumbra dos dias a vida acontece sem pedir licença, temos que estar atentos para acompanharmos com vida todos os nossos dias!

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Há um silêncio que une palavras em olhares que marcam...depois...as palavras têm que se fazer gestos...se fica o silêncio...será o vazio que afasta todos os sentimentos...

sábado, 5 de setembro de 2015

Há períodos da vida onde nos colocamos na balança e obrigatoriamente com a mente a clarificar-se em novos caminhos se abrem...difíceis mas sem volta é essa a volta que a minha têm que dar...