terça-feira, 30 de abril de 2013

De que valem as palavras se os olhos não as sabem beijar...
As confissões são a liberdade da alma...rios de água em campos verdejantes...o perdão são as flores no espírito...de quem o consegue atingir em si...

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Em tudo aquilo que a vida entrega...devemos apenas carregar o necessário...deixar o resto...a vida se encarrega de levar o que não faz falta...mas não o podes ter agarrado ao  coração...tudo o que está agarrado ao coração segue a viagem dentro e fora do ser...

domingo, 28 de abril de 2013

Não te percas no caminho que não é o teu...olha para o horizonte que vive na frente do teu olhar que sonha e transforma-o em realidade...
 

sábado, 27 de abril de 2013

Tenho na pele as flores completas desta Primavera...são rosas com espinhos no verde que envolve cada pedaço da razão...nascida da terra com a luz do céu penetrar no mar espelhado das emoções...
Tudo aquilo que escrevo são verdades...por vezes tão minhas que ninguém as entende!

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Poderemos viver e sobreviver contudo nunca seremos completos se não existir no âmago a palavra Amor tatuada e espalhada com rigor...
Embalo no olhar as rosas que colhi...recolhi os espinhos para que os teus dedos sentissem apenas o aroma primaveril das pétalas...procuro o teu olhar...não o encontro...existe um mar que o leva em águas ténues...

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Existem tantos caminhos...alguns tão nossos...outros que não conseguimos escolher...nem entender qual o chão os que os guia...
 

terça-feira, 23 de abril de 2013

Nasceu dentro do meu peito como se do ventre brotasse...um cordão em pedaços amordaça os meus lábios onde o silêncio me escapa em cristais de sal dentro do olhar distante e nu...
Tenho muitas páginas escritas no reescrever de tudo...onde o nada é imenso quando penso que nem sei escrever uma partícula de todas as minhas emoções...
Das mil emoções que um coração pode ter somente uma é a nascente de todas as outras...cabe a cada um dar primazia à fonte e dela emanar o lado mais vincado de cada sentir!

domingo, 21 de abril de 2013

Amanheceu e no rasgar do olhar está tu mais uma vez...distante e tão perto...respiro em suspiros na inquietude de te quer entregar mais um pouco...sacudir as pestanas e sussurrar baixinho que tudo é efémero...alimenta o melhor da vida e a vida será nutritiva e audaz em ti...

sábado, 20 de abril de 2013

Humilde não é quem escreve palavras simples...mas sim aquele que em gestos de simplicidade toca a alma de outrem sem harmonia...sem que seja um ato ensaiado!

sexta-feira, 19 de abril de 2013

A vida passa num breve instante...a felicidade é um pedaço desse instante que não se deve deixar fugir...

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Há uma força que me move...onde te queria abraçar para que este momento fosse um instante breve...queria ver-te sorrir com o olhar desperto num sopro leve onde a alma canta...

domingo, 14 de abril de 2013

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Nas palavras e com as palavras se faz e desfaz tudo e nada...hoje não tenho palavras e fechei a porta para o inverso do que sou...

quinta-feira, 11 de abril de 2013

A Primavera teima em não aparecer mas dentro do meu olhar é Primavera porque dentro dela vive o meu coração...aquele coração que se alimenta da tua essência no levitar que as tuas mãos me entregam..

terça-feira, 9 de abril de 2013

Correm em mim, sorrisos do sonho que o dia me lembrou, para a noite dormir com o cântico, dos pássaros a serenarem as águas nas flores ruivas, de uma utopia autêntica...

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Não é na critica que se avança mas sim nos atos concretos!
Nos espaços do dia preenchidos por tantos tempos... existe sempre um tempo vazio que espera um amigo... que do tempo precisa apenas de um momento...

domingo, 7 de abril de 2013

Ao despertar da insónia chega o sonho onde o sono embala as verdades nuas nos raios de sol que movem todas as sombras!

sexta-feira, 5 de abril de 2013


Gosto de dividir …nunca para diminuir…apenas e somente para adicionar… desiludo-me quando as divisões se multiplicam…
É fácil escrever, mas nem sempre é com facilidade, que escrevemos um descrever...

quarta-feira, 3 de abril de 2013


Com novos aromas nos sonhos...desfio destemida quimera ao encontro dos beirais onde será mais Primavera...

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Se do sonho nasce a realidade
é na realidade que vestimos primeiro o sonho...
Depois da noite há sempre um dia novo, uma luz que nasce no meio dos sonhos, com a realidade de mão dada com o destino...aquele destino que traçamos, em cada pequeno gesto que entregamos com o coração a palpitar na mão e a saltar do olhar...o destino é uma realidade dos nossos atos quer creiamos ou não...