segunda-feira, 27 de junho de 2016

Quando se quer muito entender deve-se ficar em silêncio e deixar tudo acontecer...

sábado, 25 de junho de 2016

(Hoje) Queria escrever tanto...mas tanto que pela velocidade e multiplicidade dos meus pensamentos as palavras não ficam na ponta dos dedos...olho o amanhecer com o Universo dentro de mim...

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Vivo com o coração a ditar todas as palavras ao pensamento de onde nascem as correntes por onde voo e sonho a vida que sou...e nem todos a entendem!

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Tenho o imenso sonho de nunca deixar de sonhar!
Neste caminhar de palavras ao som do silêncio e dos ecos abrem-se novos trilhos por onde nascem as sementes que se vão deixando ao longo das passagens e das paragens para contemplar o colorido do horizonte que vive dentro do olhar...

domingo, 19 de junho de 2016

A arte e a cultura são essências das almas puras e genuínas...não é ator quem diz ser ou quer, não é poeta quem escreve e se eleva, não há verdadeira arte sem a partilha, não há amizade só em palavras, há amizade assim em encontros que engrandecem e todos crescem...

sexta-feira, 17 de junho de 2016

O caminho da Vida parecendo sempre o mesmo na verdade não é...e neste caminho por onde vou caminhando muitos são os trilhos que vou observando...alguns intensos de flores e aromas...outros com efemeridades tão breves que secam ao fim de poucos passos!

quarta-feira, 15 de junho de 2016

São imensas as recolhas do mundo perante cada ato espontâneo que o olhar vislumbra...

domingo, 12 de junho de 2016

quinta-feira, 9 de junho de 2016

O que me fascina fica eternamente no meu pensamento...e pequeno é o entendimento quando a mãe natureza nos oferta o esplendor da criação...

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Quem souber interpretar os silêncios sabe viver o sabor de todas as palavras Universais!

terça-feira, 7 de junho de 2016

domingo, 5 de junho de 2016

O primeiro a responder, a disponibilizar-se nem sempre ou quase nunca é o que mais sabe e o que mais ajuda...simplesmente é o que quer fazer parecer...
Tudo o que eu vejo são sinais do tempo...do tempo que não foi visto...das visões sem tempo que ficaram por recolher...e no tempo e no que se vê sentem-se os passos dos que ficam e o silêncio dos que se afastaram...tudo são sinais dos tempos!

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Sou amante do silêncio mas o vazio assusta-me...o vazio de não dar algo à sociedade!