sábado, 30 de abril de 2016

Entender que a vida não se foca num eu é o caminho da plenitude...quando apenas se almeja estar em destaque perde-se por completo o sentido universal e real da vida!

sexta-feira, 29 de abril de 2016

O sol nasce e não ilumina a todos, alguns ficam nas sombras com medo dos raios solares...outros olham-no de frente e caminham de lábios secos e com olhar em danças de um rio sem medo...

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Só teremos uma verdadeira identidade quando formos nós mesmos, sem querer ser outro alguém ou ser para alguém...Ser como/para outros não é uma identidade...

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Quando a ilusão se apaga o olhar desce e desliga-se para contemplar a contradição como uma condição para a mudança...será a altura de mudar?!!

segunda-feira, 18 de abril de 2016

O meu amor é dado em silêncio porque no meio das multidões os alaridos não são atos de amor...mas sim; rumores para os aplausos fáceis nas banalidades que não marcam a vida!

domingo, 17 de abril de 2016

Um olhar atento é a melhor viagem pelo tempo...onde somos o tempo que fazemos na nossa história de vida que talvez um dia sirva de algo a alguém...e mesmo que não sirva que seja a nossa certeza de seremos a nossa história...a nossa Vida!

sábado, 16 de abril de 2016

Ser colocado à prova todos os dias entrega aos dias desafios que só a alma supera...o corpo por vezes desespera na força íntima tudo supera...cresce e amadurece só não pode é endurecer no sentido de Ser...

sexta-feira, 15 de abril de 2016

quarta-feira, 13 de abril de 2016



Encontrar a luz durante a claridade não é nada de extraordinário...ter luz no escuro dos momentos é o caminho da luminosidade do espírito...que encontra tudo em todos os instantes...

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Preciso do tempo para o deixar em liberdade nos silêncios das palavras e não o contar na matemática complexa dos somas ou diminuições...preciso do tempo sem voos...do tempo sereno onde as águas dançam e o olhar avança...

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Não me movem os ventos, nem me aconchegam as elites, tudo o que me move é a humanidade dentro de cada vento, dentro de cada palavra!

quarta-feira, 6 de abril de 2016

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Ler faz muita falta...ler...não olhar palavras soltas em linhas desconcertadas...ler como quem olha para a estrada antes de a atravessar...