quinta-feira, 27 de março de 2014

Em busca do sol que o tempo teima em não dar... reinvento os sentidos em suaves tons de calmaria...desfio o calor mais intimo para nele me aconchegar nas horas que o tempo esquece...

domingo, 23 de março de 2014

Quis apenas sentir a voz do teu olhar a impregnar o meu silêncio nas formas simples em que o melhor da vida acontece...

quinta-feira, 20 de março de 2014

Espero por ti onde os versos se soltam e as vozes se unem...na plenitude dos encontros onde o poema é o olhar que brilha em cada estar...
 

sábado, 15 de março de 2014

Há caminhos desérticos onde as passagens são obrigatoriamente solitárias... por muito que o olhar doa são os teus passos que farão as marcas do amanhã...
 

sexta-feira, 14 de março de 2014

Procuro em mim os sentidos de tudo em pequenos nadas que encontro nas brisas suaves que os ventos tocam...

domingo, 9 de março de 2014

Há um tempo de doí outro que cura e tudo aquilo que fica é a secura de uma cicatriz a lembrar e a marcar um cariz...
Quis ser vida e não quis ser sonho mas a vida fez-se sonho sem sono e o destino é um caminho onde sou a vida onde (re)coloco os sonhos na construção dos pedaços que recolho ao longo das falências na vertigem dos dias...

sábado, 8 de março de 2014

Não, não serei mulher porque escrevo nem porque sou mais ou menos…sou apenas e simplesmente mulher, que sente que ser mulher é ser algo especial, sensacional ao qual nem sempre se soube dar valor…mas ser mulher é muito mais que parecer mulher é ser inteira e verdadeira…guerreira da paz sem dia especial! 

terça-feira, 4 de março de 2014

Entrego um sopro ao vento e uma brisa suave aquieta-se no tempo...num suspiro de sorrisos deito os novos sonhos!

sábado, 1 de março de 2014

O sorriso só faz sentido assim vestido de riso...dentro da alma o sonho ao encontro dos sonhos onde a esperança é partilhada mesmo que seja num pouco de nada!