segunda-feira, 11 de abril de 2016

Preciso do tempo para o deixar em liberdade nos silêncios das palavras e não o contar na matemática complexa dos somas ou diminuições...preciso do tempo sem voos...do tempo sereno onde as águas dançam e o olhar avança...

Sem comentários:

Enviar um comentário