quarta-feira, 25 de julho de 2012

Hoje queria olhar em volta e sorrir...mas talvez só amanhã o sorriso seja o desenho do rosto...agora sorriu...não com o melhor sorriso...somente com aquele que se alimenta da esperança mesmo que na distância do horizonte...
Hoje poderá apenas ser mais um dia ou uma parte da história que eu saberei contar num amanhã distante...o amanhã próximo encontrará o silêncio onde me aconchego em abrigos do infinito que a decência murmura em canticos meus...

[Memórias da (in)certeza]

Sem comentários:

Enviar um comentário