segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Ninguém pode roubar aquilo que a alma contêm...não existem réplicas nem detentores da certeza…aquilo que somos é um elo uno muito intimo… esse quem o conhece acredita quem não o quer ver não há formula para os fazer entender…contudo nada muda…o íntimo é o íntimo e nada o pode demover quando ele é o leve espírito que conhece o verbo viver na conjugação errada de algumas palavras mas na convicção de prenunciar o verbo amar porque sem ele tudo é o errado no certo conhecer…
 

Sem comentários:

Enviar um comentário