domingo, 17 de fevereiro de 2013

Vou esperar que o sol abrace o dia... nos sonhos da noite em sintonia com a liberdade de um sono tranquilo... para renovar as horas que aguardam pedaços da renovação constante e contagiante... em que se moldam as memórias....

Sem comentários:

Enviar um comentário