sexta-feira, 12 de julho de 2013

Nas frestas abertas de uma flor a luz entrega o oculto... que um olhar não desvenda... se não entrarmos pela estreita passagem... numa margem de coragem...jamais tocaremos a verdadeira essência...

Sem comentários:

Enviar um comentário