domingo, 7 de fevereiro de 2016

A madrugada foge do aconchego da lua...voam sentidos em rumos certos que custam a ser entendidos por quem os sabia imperativos e no entanto o coração ignorava a hora desses voos!

Sem comentários:

Enviar um comentário