segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Se eu esse soubesse como guardar o sol para te oferecer em todas as manhãs de nevoeiro, não haveria dias cinzentos no teu olhar...

Sem comentários:

Enviar um comentário