quarta-feira, 5 de abril de 2017

Por muito que os poetas saibam escrever emoções há algumas que ficam dentro da pele, no centro do peito...e não há palavras que as definam...vivo de tantas palavras assim trancadas! 

Sem comentários:

Enviar um comentário