quinta-feira, 10 de março de 2011

Vestígios da fragmentação dos dias, deixam nuvens ténues nas orlas das horas, o sol é o elemento primordial que vive sempre, mesmo que oculto...

Sem comentários:

Enviar um comentário