segunda-feira, 30 de abril de 2012

Hoje quero amar...amar na liberdade do meu coração...quero dar, entregar o que tenho para viver...sim hoje quero amar mais que ontem...pois o amanhã é o incerto em todas as formas de amar...sentir...hoje quero amar em universalidade...com a força do mar e efemeridade de onda...

Sem comentários:

Enviar um comentário