quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Há um silêncio que se acomoda nos cantos das brumas...em cadeia soltam-se as palavras num universo onde atravessam as reticências que deixam o vazio em fumo no ar...

Sem comentários:

Enviar um comentário