domingo, 12 de janeiro de 2014

Na ausência de mim procuro-me, nos sonhos antigos, renovados nas gotas que escorrem pelo beiral dos telhados, onde as melodias esquecem o tempo e buscam novas pautas, para cantar...
 

Sem comentários:

Enviar um comentário