quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Morreu, sim morreu qualquer sombra depois que as palavras voam para lá de mim...há somente no olhar a luz de quem as encontrar...em mim fica o som suave do silêncio na música eterna que escuto nos ombros da ilusão!

Sem comentários:

Enviar um comentário