sexta-feira, 1 de maio de 2015

A beleza da eternidade da escrita é sabermos que ela fica e nós partimos sem sabermos o lugar onde o nosso legado marca!

Sem comentários:

Enviar um comentário