quarta-feira, 4 de novembro de 2015

O tempo é o domador dos movimentos onde corremos para nada alcançar...no entanto continuamos a correr, obedecendo ao tempo esquecendo o melhor tempo que somos...o silêncio das águas paradas...

Sem comentários:

Enviar um comentário