sábado, 9 de janeiro de 2016

Começar do zero assusta qualquer ser mortal...olhar a longevidade de todo o novo caminho sem se ver o que há para lá do ponto de partida...imperativamente o pensamento enruga-se em mil questões antigas...o medo de tudo voltar ao ponto zero...no entanto todos os pontos zeros avançam nas contabilizações positivas e é esse o foco que se deve manter sempre que temos que fazer recomeços...cada recomeço é um nascimento pronto a crescer num desabrochar novo e tudo que é novo tem os mil encantos dos desafios misteriosos que alimentam as caminhadas...

Sem comentários:

Enviar um comentário