quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Perco-me em cada fragmento, encontro-me nas partículas do silêncio da tua serena voz...

Ana Coelho

Sem comentários:

Enviar um comentário