terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Sempre que o olhar me esquece, vagueio esquecida pelos pingos finos da chuva que me agasalha o espírito e reveste os sons do universo...

Sem comentários:

Enviar um comentário