quinta-feira, 21 de abril de 2011

Esta manhã o sol rasgou a sombra de uma nuvem dolente, bailaram os dois num cortejo de oferendas até que o azul do céu resplandeceu com vigor…do outro lado da margem as nuvens ainda choram!

Sem comentários:

Enviar um comentário