quinta-feira, 7 de julho de 2011

A afeição não é um ciclo…não é um estado…e nem sequer é uma escolha…tão-somente é a dádiva genuína que floresce se ambos os lados assim se entregarem!

Sem comentários:

Enviar um comentário