terça-feira, 26 de julho de 2011


Quando deixo de sonhar começo a rir...a existência é uma exultação constante!

Sem comentários:

Enviar um comentário