segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A inquietude materna é a sobriedade onde me encontro...nos passos do teu percurso o meu pulsar começa a respirar na certeza que a luz te guia...no meu âmbar o teu calor é a eternidade que sempre encontro!

Sem comentários:

Enviar um comentário