segunda-feira, 26 de maio de 2014

Na quietude da noite há a suave respiração do encontro com as horas despidas de ruído...nascem cadências que se completam na memória...nitidamente!

Sem comentários:

Enviar um comentário