segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Espero por ti na presença ausente onde o meu olhar se perde e o aroma não se sente...espero por ti até que a memória não se apague...

Sem comentários:

Enviar um comentário