segunda-feira, 9 de março de 2015

Há dentro de mim uma inspiração cruzada que o poema não as entende...não as coordena...entrelaçadas palavras ficam loucas num poema que se abre num duplo sentimento...e agora já nem sei se é poema!

Sem comentários:

Enviar um comentário