sexta-feira, 17 de julho de 2015

Quero-te sonho, assim ao meu lado, para recordar que todas as realidades um dia foram sonho...é este o jogo do destino; sonhar e realizar, tendo pelo meio o verbo aceitar na firme certeza que nada é um acaso entre os dois pontos de apoio à vida!

Sem comentários:

Enviar um comentário