sábado, 8 de agosto de 2015

Dentro dos obejtivos há a imensa alegria de os ver caminhar, onde eles chegam é a incerteza que acompanha o férrea força de acreditar...chegar ou não ao patamar sonhado é quase insignificante...saber que se trabalha de consciência limpa para os alcançar, ter a certeza de que em todas as lutas ganha-se e perde-se sempre para que não se perca essa força de tentar...trabalhar um objetivo é uma parte da felicidade de se ser vida!

Sem comentários:

Enviar um comentário