quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Com a sede do mundo nas mãos e o coração no luar dos afetos ergo a voz para evocar o sol dentro de todos os tempos!

Sem comentários:

Enviar um comentário