terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Tudo que agora te esquece é o que os meus impulsos ainda sentem...

Sem comentários:

Enviar um comentário