sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Posso sentir as gotas da chuva no corpo vestido, posso receber o sol com o olhar acesso, posso beber mas trago de cada verdade o que o universo me segreda...

Sem comentários:

Enviar um comentário