domingo, 11 de dezembro de 2011


Que importância têm as coisas quando as almas não as sentem, nem as procuram...

Sem comentários:

Enviar um comentário