sexta-feira, 9 de março de 2012


É entre o espaço vazio do silêncio que eu melhor entendo os gestos que não existem…palavras não são gestos, os gestos são a patente registada na hora da verdade!

Sem comentários:

Enviar um comentário