domingo, 20 de janeiro de 2013

Escuto o vento dos passos que correm desvairados no silêncio das cortinas semi-cerradas...fazem ecos muito nítidos na paisagem  aberta da sensibilidade liberta!

Sem comentários:

Enviar um comentário