sábado, 26 de fevereiro de 2011

Verto do olhar faíscas coloridas na voz muda que alimenta a pena com tinta rubra...

Sem comentários:

Enviar um comentário