segunda-feira, 6 de maio de 2013

Entrego tudo em silêncios que cantam em mim...como a voz do mar que embala as tempestades com as ondas a refrescarem as forças para um novo remar!

Sem comentários:

Enviar um comentário