segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Com o tempo a voz sussurra ao silêncio presentes sem data na hora de todas as verdades onde nascem sonhos embalados nos gestos que moldam o melhor das palavras...

Sem comentários:

Enviar um comentário