domingo, 16 de novembro de 2014

Há um chão molhado onde os pés dançam nas letras do encanto que o infinito traduz nos sons dos passos entreabertos da luz...

Sem comentários:

Enviar um comentário