quinta-feira, 25 de junho de 2015

Se me pedirem para definir os dias não saberei...em todos eles existem tantos pedaços tão longe uns dos outros que não se consegue catalogar...a única e inteira certeza é que os vivo a todos com a intensidade imensa que cada um ocupa o seu lugar...sem os separar sinto...agarro a vida...choro e riu...vivo e morro em cada dia em novos recomeços!

Sem comentários:

Enviar um comentário