sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Esqueço a voz que vasculha os escombros do silêncio...viajo para lá do horizonte...amanheço nas margens sólidas de um rio...que me embala o canto das gaivotas!

Sem comentários:

Enviar um comentário