terça-feira, 18 de setembro de 2012

Deixo fluir as palavras para aquietar as emoções…golfadas para aliviar as sensações que o olhar recebe de tudo aquilo que o rodeia…não tenho destino para as palavras… se alguém as receber…faça-as suas!

Sem comentários:

Enviar um comentário