segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A serenidade da noite clama pelas palavras que só a meia-lua entende no silêncio dos astros que cantam serenatas na morada onde colocamos os sonhos a despertar!

Sem comentários:

Enviar um comentário