domingo, 12 de outubro de 2014

Que voz se escuta nos intervalos da chuva?...Será o vento ou o silêncio que arrumamos dentro do âmago?...

Sem comentários:

Enviar um comentário