sábado, 25 de outubro de 2014

Se a vida não tivesse tantas voltas estaríamos parados com a nostalgia inconformada...nos movimentos alucinados do tempo crescemos com a raiz agarrada à terra e os braços erguidos ao vento...em busca de novos desertos...

Sem comentários:

Enviar um comentário