domingo, 22 de fevereiro de 2015

Neste silêncio da noite a luz abre-se em lampejos claros de reflexões que brotam do coração em confronto com a razão...há tanto dentro da noite...há tanto dentro do silêncio...que apenas fico no sabor de os abraçar em pleno...de alma aberta ao puro luar cristalino da consciência nos alicerces conseguidos num todo...

Sem comentários:

Enviar um comentário